toronto, 1977

Ele deveria estar morto, ou ao menos é isso que qualquer médico diria. Em vez disso, estava na véspera de receber sua sentença. Não era a primeira vez que Keith Richards havia sido acusado de porte de drogas, mas diferente das outras vezes, essa não foi apenas falta de sorte.

Keith Richards

A banda havia viajado para Toronto para fazer alguns shows que seriam usados para concluir a gravação do Love You Live, mas Keith Richards só apareceu para os ensaios dias depois do resto da banda. Foi em sua chegada ao Canadá que tudo começou a vir abaixo: ainda no aeroporto, uma colher queimada – evidência de uso de heroína – foi achada com Anita Pallenberg, que estava junto com ele. A partir disso, seu flagrante num quarto de hotel foi planejado – posse de 22 gramas de heroína e, pela quantidade, acusado de intenções de tráfico.

Solto pelo pagamento da fiança mas sem poder sair do país, Keith Richards ainda conseguiu participar de alguns ensaios e shows para a finalização do disco, mas agora o alvo era o resto da banda. Por isso, a coisa certa a fazer era se distanciar o máximo possível dele. Se preso, teria pela frente pelo menos dois anos encarcerado. Não havia muito a fazer a não ser esperar.

keith-r-d

Assim, em de 12 de março de 1977, Keith Richards e Ian Stewart, sozinhos, alugaram um estúdio em Toronto para gravar algumas músicas. Não para deixar algum tipo de legado, sem nenhuma pretensão , mas simplesmente para gravar algo. Apenas algumas velhas músicas country, nada de novo. As gravações já rodam a vários anos pela internet com diferentes nomes, diferentes faixas, diferentes qualidades. Não é difícil encontrar.

A simplicidade – apenas um piano e voz – e a gravação embolada dão não só um tom cru, mas também um pouco melancólico. Talvez não em forma de angústia, mas de um certo conformismo com o que poderia acontecer no dia seguinte. Não é algo essencial, mas é um registro interessante.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s